Hello guys! Pois é, anteontem cheguei de viagem. Fui até à Inslândia com a Primark. Para os mais curiosos, o propósito da viagem foi para conhecer e dar uso à nova coleção fitness da Primark que já está em loja! Aqui vou partilhar os melhores sítios por onde andámos, mas brevemente vou-vos mostrar todos os detalhes por vídeo que irei partilhar no meu canal de Youtube – aqui.
Nesta altura do ano, na Islândia, o sol só nasce às 11h da manhã – estranhíssimo não é?
Lava Cave foi o 1º sítio que conhecemos! Grutas com anos e anos onde antigamente os ladrões se escondiam! – esperem pelo vídeo para vos mostrar tudo!Depois da Lava Cave, andámos a passear pelos terrenos que estavam por cima da mesma. Uma paisagem interminável, de cortar a respiração! #Landscapes como nunca vi. Entretanto passávamos imenso tempo a andar de autocarro, porque ficava tudo muito longe, mas não posso criticar, porque acabávamos por estar no quentinho, super aconchegadas e com vistas que nem vos passa pela cabeça. Aproveitei cada minuto das viagens de autocarro! 
Fomos almoçar ao nosso hotel, repor energias, num ambiente super cozy. A comida era simplesmente deliciosa, e se há coisa que me deixa mesmo feliz é comer bem!!
#LunchTimeDepois do almoço, partimos em viagem – 3h de bus – até à… 
Blue Lagoon! 
Possivelmente o meu sítio favorito. Quando chegámos já estava a anoitecer, mas aproveitámos cada minuto. É tão relaxante, e parecendo que não, o contraste de temperaturas sabe muito bem. Está 1º cá fora de temperatura, e entramos dentro de água e está quentíssima! Soube muito muito bem.Foi uma experiência incrível! E claro, acabamos o dia da melhor maneira. Um jantar delicioso à nossa espera, no edíficio da Blue Lagoon, mesmo ao nosso lado! Depois de um bom duche tínhamos um jantar preparado com muito carinho pela Primark e claro que no caminho de regresso ao hotel não houve ninguém que não adormecesse.
A viagem valeu muito a pena mas ainda ficou muito por ver na Islândia. Cada minuto desta viagem valeu a pena! 
Só fiquei muito triste porque não tivemos a sorte de ver as auroras boreais, a meteorologia não o permitiu. 🙁 
Espero que tenham gostado!
– Não se esqueçam de deixar um comentário –

Share:
Reading time: 2 min

Hello guys! Pois é, acabei de regressar de uma das viagens da minha vida! Há muito tempo que sonhava em ir a Cuba e finalmente tive a oportunidade de o realizar, e foi sem dúvida uma experiência e pêras!
Claro que tenho todo o gosto em mostrar-vos e contar-vos tudo, portanto vou começar pelo mais simples – Varadero.
Porquê “simples”? Porque para quem fica uma semana em Havana, Varadero é quase como se fosse um Algarve mas com uma costa maior e mais azulada. É um sítio muito turístico, onde pouco se sente a cultura cubana. Sem dúvida que pela praia valeu a pena, porque é de facto lindíssima e é óptimo para quem procura uma viagem para descansar.
Fiquei 1 semana em Havana e 1 semana em Varadero. Aqui, a minha vida era apenas praia hotel – hotel praia. O que acabou por ser bom, depois de 1 semana inteira a andar de um lado para o outro em Havana, e aí sim, hei-de vos contar muitas coisas que aprendi! 🙂

Encontrámos esta casa mesmo em frente à praia. Sem dúvida fiquei a sonhar com ela. A casa estava a ser remodelada e tivemos o prazer de conhecer o dono da casa, que era cubano, que foi um querido e fez-nos uma visita guiada por dentro, na qual a Carolina morria de medo porque a madeira do chão estava tão podre que parecia que iamos cair a qualquer momento eheh.

Todos os dias íamos ver o anoitecer na praia. O pôr-do-sol é incrível em qualquer parte do mundo, mas com esta praia de background sem dúvida que se tornou muito especial. Varadero, Cuba.
Um paraíso! ☼

Share:
Reading time: 1 min

Hello guys! Hoje trago-vos um post diferente do habitual, e um bocadinho maior que o habitual. Entusiasmei-me um bocadinho com as fotografias, mas acho que faz todo o sentido, porque todas elas valem um bocadinho a pena – depois quero saber a vossa opinião!
A semana passada saí do continente, e fui até aos Açores, a São Miguel. Nunca pensei que fosse gostar tanto! Uma beleza natural que nunca vi. Cada sítio por onde parei valeu a pena. Nem acreditava que estava perante paisagens tão magníficas, disfrutei à séria!
Deixo-vos aqui algumas fotografias desta viagem, dos sítios favoritos. No final do post, escrevo-vos o nome dos sítios que aconselho para quem for até a esta ilha linda. Espero servir de ajuda.
Cada recanto da ilha vale a pena, mas acho que o sítio que mais me fascinou foi a Lagoa do Fogo. Nas fotografias, estou a usar o vestido às flores, e a maior parte das fotografias são lá, porque de facto foi um sítio que me impressionou mesmo muito. Uma lagoa enorme, no meio do silêncio das montanhas gigantes, uma tranquilidade que nunca vi. Aliás, numa das fotografias, estou eu deitada com o meu amigo João, na realidade eu estava mesmo a dormir. Parámos para disfrutar do sítio, e era tão calmo e tão agradável que acabei por adormecer. Claro que isto também se deveu ao facto de ser um sítio com dificil acesso, e tivemos de descer uma montanha gigante, onde demorámos cerca de 45mits a chegar lá a baixo. Custou ao descer, então imaginem a subir ahah, mas valeu a pena!
A Lagoa das Sete Cidades também é um sítio obrigatório a ir, e nunca abdiquem de se meterem pelas montanhas e explorarem os caminhos mais improváveis, porque acabam sempre por descobrir vistas incríveis! Eu senti-me uma Dora Exploradora a 100%, e adorei! A 1ª fotografia do post – onde estou a reforçar energias com um pacote de Lays na mão – foi no sítio que vos acabei de falar.
A Lagoa do Congro também é outra lagoa no meio dos montes, o local mais verde que vi na vida! Tão bonito e tão silencioso!
A Caloura, para os mais “salgados” é um sítio muito giro para fazer “praia”. Não é a praia típica com areia, mas é muito bonito. Quase que me fez lembrar a Croácia. É a fotografia onde estou deitada num passadiço de madeira com o bikini amarelo às riscas.
As 2 fotografias onde estou num prédio meio abandonado, com uma parede a dividir os dois, é um hotel abandonado – outro sítio muito misterioso, com uma vista magnífica à volta. É o Hotel Monte Palace.
Em Ribeira Quente encontram cascatas gigantes!
Para ser honesta, pegam no carro à procura de um destino, e há medida que vão percorrendo as estradas vão encontrando sítios lindos e novas placas com novos miradouros. É sempre uma surpresa, muito boa!
Para os mais radicais, aconselho vivamente a irem fazer mergulho com os golfinhos. Foi incrível, nadámos tão perto deles, conseguimos ouvi-los a comunicar, foi mágico. E canyoning também foi fantástico para quem gosta de adrenalina! Ambos foram feitos com a Picos de Aventura dos Açores, e o canyoning consiste em percorrer um trilho pela floresta, à procura de cascatas e saltar delas ou fazer rapel. Eu A-DO-REI saltar, a adrenalina a percorrer pelo corpo, a obrigar-me a saltar aos 3, foi lindo!!

Share:
Reading time: 3 min
Page 2 of 10« ...23... »