Heyy guys!
Há cerca de duas semanas, fui passar o fim-de-semana ao Porto com uma amiga. Sem dúvida que o nosso país é lindíssimo e tenho um grande carinho por esta cidade. Divirto-me imenso sempre que lá vou, e as pessoas… oh as pessoas do Porto! Deixam-me de coração cheio, sempre. 
Já conheço esta cidade simpática há uns bons anos, e sempre que lá vou fico impressionada com os sítios novos que descubro. Em cada canto há um restaurante ou café novo, e espaços muito muito giros. 
Como o Porto é uma cidade pequena, os sítios a visitar acho que são óbvios, ou simplesmente a caminhar se descobre a cidade. Portanto, achei que faria sentido partilhar com vocês bons spots para um brunch, um almoço, um jantar, e até mesmo cocktails!
Mas antes disso tudo… where to stay:

Villa Mouzinho – Apartments & Suites
Como já tinha dito antes, para mim é essencial sentir-me confortável no sítio onde fico a viajar. 
Desta vez, fui muito bem recebida num apartamento muito simpático numa zona super central – a 2min a pé da Estação de São Bento. 
Estávamos muito bem instaladas, para além de muito fotogénico era muito acolhedor, e com certeza será uma opção para uma próxima vez. Deixo-vos aqui o link, onde podem ver os outros apartamentos e suites Villa Mouzinho. 

Thapi – sem dúvida, a melhor tapioca que já comi! Estou mesmo a ser honesta. Adoro tapiocas, mas às vezes parece que falta algo a nível de sabor. Quando acabei de comer esta, apetecia-me mais uma! Para além disso, fica num sítio com lojas muito cool.

Kyoto na Baixa – Tanto eu como a Balu, nunca dizemos que não a sushi, e mal chegámos ao Porto fomos experimentar o Kyoto. Sushi bom, algumas peças improváveis mas saborosas, e no final têm de experimentar o Cheesecake.E agora vamos falar de brunch… ok, um bom brunch pode ter muita coisa, mas panquecas é essencial. O Diplomata é especialista em panquecas. Vocês escolhem o tipo de massa que querem – nós optámos por panquecas de mirtilos – assim como os toppings, a fruta, todo o tipo de acompanhamento para as vossas panquecas não se sentirem sozinhas (nem o vosso estômago!). Simplesmente deliciosas.Seja a beber um café, um copo de vinho ou mesmo um copo de água, o final de tarde na zona da Ribeira nunca desilude.
Encontrámos um artista de rua a tocar mesmo à nossa frente, e fascinadas pela voz dele e pela vista, não saímos dali durante umas boas horas.E depois de um longo dia, chega ao final da tarde e já só pensamos no sítio para jantar, correcto?
Fomos jantar ao Mistu. Tenho pena de não ter tirado fotografias ao espaço porque é sem dúvida um restaurante muito cool, muito bem frequentado e a comida é cinco estrelas (para não dizer mais). Pratos portugueses essencialmente, muito bem confeccionados. A ideia é escolhermos vários pratos – nós éramos duas e escolhemos 4 pratos diferentes, porque as doses não são muito grandes, e assim partilhámos e experimentámos várias coisas. Não houve nenhum que desiludisse.
Para além disso, é um óptimo sítio para beber um cocktail antes de ir sair. Começámos o jantar com um Expresso Martini, e assim o acabámos.Noshi Coffe – Depois de uma noite longa e alguns cocktails pelo meio, foi hora de optar por um sítio mais saudável para repor energias e para “limpar” o corpo. O Noshi é um café/restaurante muito acolhedor – também na baixa do Porto como todos os outros – de pratos leves e vegan.
Eu, pessoalmente, adoro comida vegan e saudável, portanto fica a dica para quem partilhar da mesma opinião. Já tinhamos ouvido falar do Consulado, e não queríamos voltar para Lisboa sem dar lá um saltinho. É uma casa de brunch, mas quem diz brunch diz almoço e diz lanche, certo? Muito bom, e o espaço muito bem conseguido. Restaurante LSD – Só de ver estas fotografias fico com apetite. Tão mas tão saboroso. Vou-vos dar a descrição do meu prato (da direita) para tentarem imaginar o quão bom era: “Corvina em cama de arroz de espargos e lima, servidos em molho de bisque.” – God!!! Vi isto na ementa e não pensei duas vezes.
Estou neste momento no sofá, já jantada, e só me apetece voltar a todos estes sítios incríveis.
Sempre que vou viajar, faço um “estudo” dos restaurantes que andam na berra e claro, que me aconselham. A minha dica fica aqui, e se algum/a de vocês seguir as minhas sugestões, deixem aqui em comentário a darem feedback!
Xx

Share:
Reading time: 4 min

Heyy guys!
Há umas semanas fui até Londres pela primeira vez. I know, como assim tenho 23 anos e nunca tinha ido a Londres até a umas semanas atrás? Bem, mas aconteceu! E venho partilhar com vocês algumas dicas relativas à cidade e mostrar-vos os sítios por onde andei.
Começo já por um dos pontos mais importante: hotel.
Fiquei no Pestana Chelsea Hotel, e para ser honesta, custava muito deixar a cama nas manhãs. O quarto era muito acolhedor, uma cama muito confortável que é super importante em viagem, e uma vista agradável.
O restaurante do hotel também era excelente e sempre muito bem atendidos – eu era aquela que optava sempre por buffet, porque adoro buffet!

Depois de abandonar estes lençóis divinais e depois de um pequeno almoço reforçado, deixámos a zona de Chelsea e fomos até Notting Hill, que foi sem dúvida o meu sítio favorito. Que já toda a gente conhece right?

Entretanto, deixem-me partilhar com vocês isto: quando fomos passear até Notting Hill, foi a um Domingo. Vou ser honesta e não me julguem pela “ignorância”: não sei se era especificamente por ser Domingo, mas estava a haver uma feira com coisas muuito fixes à venda. Portanto, sendo Domingo ou não, procurem isto!!


Passeando pelas ruas de Londres, encontrámos este restaurante, de comida rápida mas que já tinha sido aconselhado por amigos meus! “The Athenian”, fica a dica. Vejam o site e vão ver que vão querer experimentar!
Nota: não, eu não ia comer esses dois “pratos” de batatas fritas, simplesmente não entenderam que queria substituir as batatas doces pelas normais. (achei que me devia justificar ahah)

A caminho da London Tower, que é um clichê mas lógico que vale a pena… Uma dica de um restaurante muito bom para irem: Emilia’s Pasta.
Para quem gosta de comida italiana, é um restaurante muito acolhedor, com uma vista muito agradável, e honestamente foi o nosso porto de abrigo depois de muitas horas à chuva. Um vinho tinto e pasta que nunca souberam tão bem!

Camden Market é sítio obrigatório para ir!! Não tenho fotografias porque já estava muito escuro e estava numa de me entreter por aqueles corredores… mas é sem dúvida um mundo! Muitas banquinhas de roupa vintage para quem gosta, e cenas muito alternativas que vale a pena ver.
Outro tipo de “mercado”, Covent Garden. Para além da zona ser muito gira e interessante para explorar, também é uma zona comercial, com um shopping super bonito (fotografia a baixo).

Estive apenas 3 dias em Londres e tenho a certeza que ainda faltou muito para conhecer!
É lógico que conheci muito mais do que o coloquei aqui, mas infelizmente com o frio e a chuva não estava muito no mood de tirar fotografias. De qualquer maneira encontram mais fotografias nos meus stories no Instagram, criei um Highlight de “LONDON”.
Espero que tenham gostado! Deixem comentários aqui com o vosso feedback. ♥

Share:
Reading time: 2 min

Heyy pessoal!
Para quem me segue no Instagram, já não é novidade que o fim-de-semana estive por Amsterdão.
Foi a segunda vez que estive na Holanda – a primeira vez foi há dois anos atrás, em Rotterdam, para os EMA’s com a MTV (que nunca vou esquecer!!), e desta vez, fui até Amsterdão mais porque surgiu a oportunidade, mas aqui entre nós, não fui com grandes expectativas.
E sabem que mais? É quando vamos sem expectativas que saímos mais surpreendidos. Adorei a cidade! Tudo muito arranjado, arquitectura super bonita; árvores por todo o lado… aquilo que mais me fez “confusão” foi mesmo a quantidade de bicicletas – não por discordar (de todo!) mas só pela falta de hábito. Já não sabia por onde andar!!
Decidi juntar as melhores fotografias desta mini viagem e partilhar com vocês, assim como sítios deliciosos para comer. 

Vou começar por partilhar o hotel onde fiquei, afinal de contas, o sítio para descansar depois dos longos dias a percorrer a cidade a pé, é sempre o mais importante.
Fiquei no hotel Moxy. Possivelmente este nome não vos é estranho, porque em NY também fiquei no Moxy Times Square.
Assim como em NY, adorei o hotel. As pessoas são muito prestáveis; o pequeno-almoço é simplesmente delicioso (sem querer ser clichê, é mesmo a refeição mais importante do dia), e o quarto era ideal. Sem grandes luxos, uma cama muito confortável e uma vista incrível. Detalhes à parte: a decoração dos hotéis da cadeia Moxy é única! Super funny e cool; existem mensagens espalhadas por todo o lado, é muito giro.
Como amiga, aconselho.

Na realidade eu não sou vegan, mas sou amante de comida vegan – para ser honesta, só amante de qualquer comida – mas tenho gostado especialmente deste tipo de comida, por isso fui experimentar o Vegan Junk Food, que descobri pelo Instagram. Pareceu-me delicioso e correspondeu às expectativas. Preços muito em conta, os pratos muuuito bem servidos, e uma esplanada simpática numa zona central da cidade. 
O António – que foi comigo viajar – não é fã de comida vegan, e no final disse “das melhores refeições que tive nos últimos tempos!”

Para quem é fã de Hummus, tem definitivamente de passar por este restaurante – Hummus Bistro.
Têm uma variedade imensa de hummus e os pratos giram à volta disso. Há muito tempo que não comia até não dar para encher mais ahah! Não conseguia parar simplesmente. Também experimentei os falafel que estão no centro da mesa, e foi uma explosão de sabores dentro da boca, muito bem confeccionados. 
O prato com ovo e molho de tomate que estão a ver, foge à regra do Hummus Bistro, é um prato para os mais gulosos. 
Espero que estejam a tirar notas.

A cidade não é muito grande, portanto o que aconselho mesmo é darem uma vista de olhos pelo mapa geral da cidade e explorarem um bocadinho de tudo.
Escusado dizer que o Red Light District é essencial, assim como toda a zona Negen Straatjes, que significa “nove ruas”. Bairros suuuper giros; zonas mais comerciais com lojas cool, e vão encontrado lojas vintage por vários sítios. 

Por último, peço imensa desculpa porque não tenho fotografias para vos mostrar, mas foi um sítio que frequentei bastante neste fim-de-semana: Vondelpark.
O Vondelpark é um jardim gigante, que percorre grande parte da cidade, ou seja, vão passeando e vão encontrando várias entradas para o jardim.
Para ser sincera, foi dos parques mais bonitos onde já estive – o facto de ser Outono também ajuda, porque havia folhas por todo o lado, as cores estavam lindíssimas.
Mas é mesmo um sítio agradável para pararem a longo dia, esticarem um paréu e apreciarem o momento. 
Para pizza lovers – De Pizzabakkers Willemsparkweg.
Pizzas muuuuito boas (desta vez deixei a comida saudável de lado); se existe um prato no menu com trufas, peço desculpa, mas não resisto. E se alguém desse lado também adora, então têm de experimentar a pizza de trufas deles.

Existe mais que um restaurante De Pizzabakkers por Amsterdão, mas aconselho vivamente este pelo espaço ser muito giro, e pelo bairro onde se encontra!!  

Espero ter ajudado!! <3
Não se esqueçam de deixar um comentário aqui, no final do post; digam-me se gostaram das fotografias e se ajudei em alguma coisa. I hope so!

Share:
Reading time: 4 min
Page 1 of 1012... »