Hey guys! Passado 2 anos voltei a Cuba, ao meu destino favorito. E agora que voltei, continuo a dizer o mesmo. Viajar é muito mais que estar em sítios bonitos e paradisíacos, que ficam bem na fotografia e que dão para descansar. Pelo menos para mim. Viajar significa conhecer pessoas, conhecer culturas, sair da minha zona de conforto, conhecer cores novas e histórias, muitas histórias. Sei que a viagem correu bem quando entro no avião e sei que vou voltar mais cedo ou mais tarde. Partilhei com muito gosto no meu Instagram cada detalhe desta aventura, e agora chegou a hora de revelar-vos os rolos que levámos e também deixar aqui escritas algumas dicas para quem se sentiu influenciado a fazer esta viagem. E espero que tenha conseguido isso! 

Os primeiros pontos de quando viajamos para Cuba: 
– Fazer o visto com alguma antecedência pois é enviado por carta para casa. Em Havana conhecemos um grupo de portugueses que nos perguntou quanto pagamos pelo visto. Nós pagamos 32€, eles tinham pago 80€ e pouco. O visto era válido mas no entanto foram “roubados” por assim dizer. Deixo aqui o link de onde eu fiz o meu visto. 
Dinheiro: só podemos trocar o dinheiro quando chegamos ao aeroporto, e sempre que levantamos dinheiro nas caixas multibanco de lá, pagamos 7€ de taxa! Portanto conselho de amiga: levantar tudo de uma vez. O Revolut não funciona em Cuba. 
– Levar adaptadores de fichas, iguais aos dos Estados Unidos. 
Wi-fi: quem trabalha com internet esqueça. Avisem os patrões que vai ser impossível fazer seja o que for. Pagam cerca de 1,50€ por 1 hora, através de um cartão com internet que vos vendem na rua ou em hoteis. A net é muito fraca. 

A nossa ideia inicial era alugar um carro e percorrer a ilha, mas decidimos alugar o carro lá e “lixamos-nos”.
O ideal será alugarem o carro com 1 mês (ou mais) de antecedência pela internet. Os preços médios por dia para o aluguer de um carro é de 90€  (+ combustível). 
Nós fizemos à mesma a viagem planeada: Habana – Viñales – Playa Larga – Trinidad – Habana. E fizemo-lo sempre em táxis colectivos ou particulares, dependendo da disponibilidade. O mais caro que pagámos por viagem foi 25€ por pessoa, de Trinidad para Havana que é de facto uma grande distância. 

Fui viajar com dois amigos, o que facilitou a estadia, porque ficávamos sempre num quarto para os 3. Ou com 3 camas individuais ou 2 de casal. 
Em Havana pagámos cada um cerca de 7€ por noite, e ficámos 3 noites. Para quem não conhece a cidade aconselho a ficar 4 ou 5 noites! Da última vez que fui, os meus cabeleireiros do Toni&Guy deram-me o contacto de um cubano – o Manolo – que alugava quartos. Então voltámos a ficar com ele, um amor! Quem quiser, partilho o contacto. No centro de Havana velha, num prédio típico. Nada de hotéis e zonas turísticas. O mais puro possível por favor. 

Para comer:

Existem duas vertentes. Conseguem comer muito barato, tipo 3€ por refeição. Como conseguem comer por 10€, mas é raro passar dos 10€.
Deixo-vos aqui alguns restaurantes: 
Cayejone d Jame – tem um restaurante muito bom com comida típica, e também é um sítio muito giro, cheio de arte.
Flor de loto – muito barato e muito bom. Doses gigantes! Cada um de nós pagou cerca de 5€ e valeu muito a pena. Marioritariamente comida chinesa. 
Para sair à noite, bailaaar: Fábrica de La Arte. Entrada 1,50€ por pessoa. Tem vários pisos com diferentes géneros musicais. Muuuuito cool.
Perto de Havana também têm praias muito bonitas. A que nós fomos chama-se Mar Azul. Dividimos os 3 um táxi para lá e pagámos 4€ cada um. Também é bom para almoçar. Têm mesas postas na praia mesmo à beira de água, com peixe fresco e água de coco. Os menus rondam os 10€.
De Havana partimos para Viñales num táxi colectivo. Eramos 5 pessoas dentro do carro. Cada um de nós pagou cerca de 20€.

VIÑALES

Viñales é interior, é campo, é natureza, é pureza. Ficamos na Cabaña Realidade, que encontrámos no AIRBNB. Foi uma família que nos acolheu, e as condições eram óptimas, já para não falar do ambiente. Uma casa no meio do campo, com um “jardim” sem fim. Vista para os montes, e cabras bebés para nos darem os bons dias. Acordávamos sempre com os galos (literalmente) mas valeu muito a pena. Estávamos num quarto os 3, e pagámos cerca de 12€ por duas noites. Mais 4€ pelo pequeno almoço DELICIOSO que a senhora nos preparava. 

Em Viñales é obrigatório fazerem um passeio de cavalo pelo Vale do Silêncio. Não só passam por paisagens lindíssimas, como ainda conhecem plantações de café e o processo do tabaco. Pagámos cerca de 13€ cada um, por 3h. Por coincidência, fomos a meio da tarde, já por volta das 16h. Vimos o por do sol, e fizemos o caminho de volta já com tudo tudo escuro. Nunca vi um céu tão estrelado na minha vida. Não via a paisagem, não via nada de nada, mas íamos todos espantados em cima dos cavalos, quase a torcer o pescoço a apreciar o céu estrelado. Foi um misto de sensações muito boas.
Nós optamos por ficar apenas 2 noites mas também nos aconselharam a fazer a Tour pelo Vale Palmerito, e outra coisa que fica para uma próxima: SLIDE pelo meio dos vales! 15€ por pessoa. Perguntem lá aos locais. Não vos sei dizer mais que isto, mas falaram-me e ficou na cabeça. 

Para almoçar:

Balcon Del Valle – Sim, almoçar e não jantar, ou comer. Porque a vista é de cortar a respiração, têm de apreciá-la como deve de ser. Comida típica cubana, bem servido e muito bom. Uma média de 8€ por pessoa.

Playa Larga

De Viñales fomos para Playa Larga, num táxi coletivo, em que pagamos 25€ por pessoa.
Pessoal: NEGOCIAR SEMPRE o valor dos táxis! Nós nunca aceitamos o valor à primeira, nunca. Eles baixam sempre. Honestamente, Playa Larga para mim foi só um sítio de passagem.
De facto ficámos apenas 1 noite, mas não achei nada de especial. Quer a cidade em si, quer as praias lá. Mas foi uma paragem antes de chegarmos a um dos sítios mais bonitos onde já estive! Mas já lá vamos (cof cof).
Em Playa Larga é muito fácil encontrarem as praias, são poucas. Para comer, quer jantar quer almoçar, aconselho o Restaurante Sol y Caribe, e quem lá for, que mande um beijinho nosso ao Leo e ao Raimon. Continuando… Abandonado Playa Larga, mais um táxi! 

Trinidad

Já lá vamos… Trinidad, com paragem em Cueva de Los Peces (manhã) e Punto Perdiz (almoço e tarde). – Taxi colectivo: 25€ cada um. Viagem até Trinidad com as duas paragens.
O taxista esperava por nós, o tempo que nós quisessemos. Este dia rendeu muito muito!
Cueva de Los Peces: de um lado da estrada têm este lago INCRÍVEL. Têm de levar óculos de mergulho! Também alugam lá, mas se tiverem em casa, fica já o conselho.E do outro lado da estrada: mar. Pegas nos óculos de mergulho, vais nadar, e quando dás por ti, estás no meio de milhares de peixes! Uma cena inexplicável. 

Punto Perdiz é quase como um mini resort. Tem de se pagar entrada sendo que a entrada tem almoço (buffet) incluido, e bebida à descrição com direito a pulseirinha. 12€ por isso.É bonito, é praia para relaxar, para mergulhar de roxas e nadar em alto mar!

Trinidade

Em Trinidad ficámos 3 noites, em que pagámos 13€ cada um pelas três noites! Ou seja, cada um pagou cerca de 4€ por noite. Achámos a casa da senhora no Airbnb. Mas não fiquem admirados, em Trinidad os preços são todos deste género. E a senhora era um amor; as condições eram boas.
Estávamos a 10min a pé do centro, mas como as noites são quentes e queremos é explorar, não fez mal. Os preços que vos digo, nenhum deles tem pequeno almoço incluido. Isso era sempre à parte, mas rondaram sempre os 4€ por pessoa e pequenos almoços dignos de hotéis!

m Trinidad têm cascatas muito bonitas! El Nicho dizem que é a mais bonita mas ficava já longe e como ainda se pagava 15€ de entrada não quisemos ir.
Optamos por ir ao Parque El Cubano, com direito a passeio a cavalo (em que eu desta vez dispensei e fui de carroça e não paguei mais por isso eheh) e ainda conhecemos uns trilhos incríveis com final na cascata. E pagámos 13€ cada um.

Perto de Trinidad também têm a Playa Ancon que é lindíssima, onde por 10€ vão passear de catamarant e ver os corais no fundo do mar! De Trinidad para esta praia pagámos cerca de 4€ ida e volta por pessoa. 

Para comer: Restaurante San José! ÓPTIMO! Média de 10€. Quem quiser uma refeição de 4€ deixo o restaurante El Pátio de Gomez (que não se compara ao San José) mas para poupar trocos dá jeito. 
Para bailaaar: La Cueva. Uma discoteca numa gruta natural!! Só para apreciadores de Reggaeton, aviso já. Apesar de ser numa gruta natural e no meio do campo, a noite aqui é mais cara. A entrada foi 4€ não consumiveis.

Back to Havana!
Mais um táxi colectivo, de Trinidad para Havana, 5h de viagem: 20€ para cada um. BEM NEGOCIADO. 

Foram 10 dias muito bem passados. Cansativos mas rendeu muito. Fiquei a gostar ainda mais desta ilha tão especial e tão pura.
Espero ter-vos ajudado.
Estas fotografias são todas analógicas e foram tiradas a pensar em vocês. Tentei ajudar-vos com o roteiro o melhor possível.
Deixem o vosso feedback aqui em baixo em comentário, é muito importante para mim! Assim como questões que tenham. 🙂
XX

Share:
Reading time: 8 min

“Um fim-de-semana inspirador. Não só pelas personalidades a que me juntei e que adorei conhecer, como tudo o que me rodeava. Cada canto da casa decorado com muito gosto; receitas saudáveis que trouxe comigo para a minha cozinha, e outfits giríssimos daqueles que sabem bem vestir. Trabalhar assim é fácil!”

Há cerca de 3 semanas o El Corte Inglés “desafiou-me” para um fim-de-semana surpresa. Tínhamos hora marcada no El Corte Inglés mas sem destino revelado. Sabia que a companhia ia ser boa e já tinha os meus looks preparados, portanto estava preparada e entusiasmada com o factor surpresa.
O ECI juntou estas quatro personalidades que eu tanto gostei de conhecer. E a Comporta foi o local mistério. Uma casa muito bem decorada, onde todos os detalhes importavam. Muito inspiracional, e por mim, fazia daquela casa a minha por uns belos tempos.Tivemos a surpresa do Nilton Bala (Personal Trainer) para nos dar um treino; para queimar as calorias do jantar que tínhamos tido na primeira noite, preparado por um chefe de cozinha maravilhoso.Vestimos um look mais confortável e tivemos a experiência de ir andar de cavalo pela praia na Comporta. Oh, e que experiência! Tão agradável. Desafiante mas agradável.E juntámo-nos para um workshop de cozinha saudável, com ingredientes frescos e deliciosos, dado pela Madalena Abecasis. Fácil de cozinhar e saudável, aquilo que eu mais precisava, porque sim, admito que sou muito preguiçosa no que toca a cozinhados eheh. Quero uma casa assim! Com a decoração do ECI, e todos estes programas que nos prepararam.
Foi tão bom!
Para os mais curiosos, podem encontrar todos os looks que vesti e os detalhes da decoração também. – Clica AQUI.

Share:
Reading time: 1 min

“Attitude is a little thing that makes a big difference.”

Heyy guys!
Há looks e looks. Há dias que me visto e sinto-me gira, sinto-me ok, e depois há outros dias em que me visto e sinto-me EU, confiante e cool. E não tem mal sentirmos-nos confiantes QB, e este look causou esse efeito em mim. Mal o vi não pensei duas vezes e já só queria que chegasse o dia para o vestir (que claramente foi logo no dia seguinte a o ter comprado).
Sou muito fã de looks all denim, e não sou menina de usar batom vermelho com regularidade, mas sempre que uso muita ganga parece que chama o batom vermelho.Look completo – Pepe Jeans AQUI | óculos – Olhar de Prata | sneakers – El Corte Inglés.

Nunca me esqueço do meu querido blog, e sei que há muitos de vocês que ainda vêm aqui espreitar, portanto, show me some love e deixem um comentário aqui. Means a lot, thank you guys. <3

Share:
Reading time: 1 min
Page 1 of 21912... »